Páginas

segunda-feira, 15 de julho de 2019

Regionais: Biribol de PG é o atual vice-campeão

Time da Cidade compete em Osasco
A partir desta quarta-feira (17/07), em Osasco, a seleção de biribol masculino idade livre de Praia Grande (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL) disputa os 63º Jogos Regionais (JR) do Estado de São Paulo – 1ª Região, evento regido pela Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Juventude (SELJ). A competição é classificatória para os Jogos Abertos do Interior. Vale destacar que a equipe municipal foi vice-campeã do torneio em 2017 e 2018.

Na disputa da primeira fase de 2019, na chave B, os rapazes de Praia Grande jogam contra os de Cubatão e Diadema. Na A, competem as equipes de Santos, Peruíbe e Itapevi. Na C, duelam os times de Itanhaém, Guarujá e São Vicente. Apenas os dois selecionados primeiros colocados de cada grupo avançam a segunda fase (seis melhores).

Jogam por Praia Grande os atletas Alexandre Orlandi Mantovani, Antonio Carlos dos Reis Junior, Arthur Andrade de Oliveira, Fabio Meneghelo, Jeferson da Silva Lima, Leandro Marchezi do Amaral e Roberto Batista da Silva. Técnico: Fabio Luigi Meneghelo.

Histórico do Biribol masculino idade livre de Praia Grande nos Jogos Regionais:
2009 (sede Santo André) – 6º lugar 
2010 (Guarujá) – 7º lugar 
2011 (Santo André) – 8º lugar 
2012 (Santo André) – 4º lugar 
2013 (Barueri) – 6º lugar 
2015 (São Bernardo do Campo) - 7º lugar 
2016 (São Bernardo do Campo) - 4º lugar 
2017 (São Bernardo do Campo) - 2º lugar (1 prata)
2018 (Santo André) – 2º lugar (1 prata).

Equipe de PG é vice-campeã brasileira de levantamento de peso

Grupo da Cidade é destaque em evento nacional
A equipe da Academia Reverte de Praia Grande (que conta com apoio da Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL) terminou em segundo lugar na classificação geral do Campeonato Brasileiro de Powerlifting (Levantamento de peso básico ou de potência), evento regido pela pela Confederação Brasileira de Powerlifting (Conbrap) e da Global Powerlifting Committee (GPC). A disputa finalizada no último domingo (14/07), ocorreu no Ginásio do Complexo Esportivo Rebouças, em Santos.

Individualmente, destaque para o praia-grandense Jaime Ferreira Reverte que foi campeão da categoria máster (mais de 40 anos), peso até 82,5 quilos, e considerado o melhor atleta do Campeonato na faixa etária. Além dele, também se destacaram por Praia Grande com medalhas de ouro os atletas Luiz Rufino Silva, Sandro Gonzaga e Lígia Sophia.
“Neste evento, tivemos como a parceria a Academia Ferro Bruto, de São Vicente”, informou Reverte. “Gostei de vencer a competição, mas queria uma marca melhor. Vou continuar treinando e evoluindo nos pesos para chegar lá. Agradeço a todos os nossos atletas que deram o máximo de si e também a todos aqueles que nos incentivam, apoiam, mandam energia positiva e confiam no trabalho que estamos realizando”. 

Vale frisar que no início do mês (no último dia 7), também no Ginásio Rebouças, em Santos, o atleta de Praia Grande Jaime Reverte disputou e venceu o Campeonato Santista de Levantamento Terra, na categoria absoluta (sem limite de idade), no peso até 82,5 kg. Ele usou a competição como preparativa para a disputa do Brasileirão de Powerlifting.

Estadual – Neste ano, em março, a equipe da Academia Reverte de Praia Grande já havia conquistado o título de campeã geral do Campeonato Paulista de Powerlifting, evento regido Conbrap e GPC. Os destaques do time praia-grandense foram Jaime Ferreira Reverte que foi campeão geral da categoria máster 1 – 40 a 44 anos (prova do levantamento terra) e segundo melhor atleta da máster no combinado (supino e levantamento terra) e Luiz Carlos Rufino que foi campeão na especial (idade livre) no levantamento terra e vice-campeão no combinado.

O powerlifting é um esporte de força no qual o objetivo do atleta é levantar o maior peso possível em cada uma das modalidades: agachamento, supino e levantamento terra. Não basta levantar o peso. Existem várias regras a obedecer, como não mexer a cabeça e não encostar os pés no banco. Há três árbitros que analisam todos os movimentos e validam a levantada.

Confira os vencedores da Copa PG de Futsal Menor


Estão definidos os times vencedores da Copa Praia Grande de Futsal, categorias masculinas menores (sub-7, sub-8, sub-10, sub-12, sub-14, sub-16 e sub-18), evento regido pela Liga Praiagrandense de Futsal (LPFS) . 

No último sábado (13/07), no Ginásio do Bairro Sítio do Campo, em Praia Grande, ocorreram as derradeiras partidas da competição. 

Confira todos os resultados das partidas finais (com base nas campanhas realizadas e na classificação final da primeira fase, as equipes foram separadas para disputar na etapa decisiva, as séries ouro - primeiros colocados -, prata – time do meio da tabela – e bronze – posicionados do meio da tabela em diante):

Sub-7 série ouro
Decisão do 1º lugar – Centro de Formação de Atletas Ocian Praia Clube 6 x 1 Esporte Clube Vitória

Sub-7 série prata
Decisão do 1º lugar – Associação Futebol Arte (AFA) 2 x 0 Programa de Integração e Cidadania (PIC) 

Sub-8 série ouro
Decisão do 1º lugar – Grêmio Esportivo Aymoré 6 x 1 Ocian Praia Clube Vermelho

Sub-8 série prata
Decisão do 1º lugar – Associação Futebol Arte (AFA) 5 x 1 Melvi Futsal

Sub-8 série bronze
Decisão do 1º lugar – Esporte Clube Vitória 2 x 1 Centro de Formação de Atletas Ocian Praia Clube Branco
Decisão do 3º lugar – TudSport 2 x 1 Centro de Formação de Atletas Portinari

Sub-10 série ouro
Decisão do 1º lugar – Grêmio Esportivo Aymoré 1 x 1 (3x2 pênaltis) Centro de Formação de Atletas Ocian Praia Clube Vermelho
Decisão do 3º lugar – Colégio Recanto Educacional 4 x 0 Centro de Formação de Atletas Ocian Praia Clube Amarelo

Sub-10 série prata
Decisão do 1º lugar – Centro de Formação de Atletas Ocian Praia Clube Branco 3 x 2 Associação Futebol Arte Branco
Decisão do 3º lugar – Esporte Clube Vitória/ Associação Cláudio Barbosa de Futsal 4 x 0 Associação Futebol Arte Azul

Sub-10 série bronze
Decisão do 1º lugar – Esmeralda Futsal 3 x 1 Escola Celestin Freinet 

Sub-12 série ouro
Decisão do 1º lugar – Colégio Recanto Educacional 6 x 1 Associação Futebol Arte
Decisão do 3º lugar – TudSport 4 x 1 Escola Celestin Freinet

Sub-12 série prata
Decisão do 1º lugar – Maxland Futsal 2 x 0 Centro de Formação de Atletas Ocian Praia Clube Amarelo
Decisão do 3º lugar – Associação Cláudio Barbosa de Futsal 3 x 1 Melvi Futsal

Sub-14 série ouro 
Decisão do 1º lugar – Ocian Praia Clube Vermelho 2 x 2 (3x2 pênaltis) Colégio Recanto Educacional

Sub-16 série ouro
Decisão do 1º lugar – Colégio Recanto Educacional 1 x 0 Magic Soccer

Sub-18 série ouro
Decisão do 1º lugar – Ocian Praia Clube 3 x 1 Guilhermina Futsal

Dados - Todos os resultados da competição podem ser obtidos no site https://passoupordois.com.br/category/copa-pg. Na primeira fase, as equipes jogaram todas contra todas, em turno único, qualificando-se as quatro primeiras de cada chave para as quartas de final. Na sub-7, competiram Programa de Integração e Cidadania (PIC), Associação Futebol Arte (AFA), CFA Ocian Praia Clube e Esporte Clube Vitória/Associação Cláudio Barbosa Futsal (ACBF). 

Na sub-8, na chave A, atuaram Chute Inicial Corinthians, Aymoré Cubatão, CFA Portinari, Melvi Futsal e EC Vitória; na B, CFA Ocian PC, Esmeralda, Tudsport e AFA. Na sub-10, na A, jogaram AFA Azul, CFA Portinari, CFA Ocian Amarelo, PIC e CFA Ocian Vermelho; na B, Melvi A, Colégio Recanto Educacional, AFA Branco, Esmeralda e Chute Inicial; na C, Aymoré, Melvi B, EC Vitória e Escola Celestin Freinet.

Na sub-12, na A, disputaram EC Vitória, Melvi, CFA Portinari, Guilhermina e Recanto; na B, Ocian Amarelo, TudSport, Esmeralda, PIC e Celestin; na C, Ocian Vermelho, Associação Carlos Barbosa de Futsal (ACBF), Maxland, AFA e Chute Inicial. Na sub-14, na A, duelaram TudSport, Vitória, Ocian Amarelo, Guilhermina e Esmeralda; na B, Ocian Vermelho, Recanto, Melvi e PIC. Na sub-16, na A, entraram em quadra Esmeralda, Guilhermina, Melvi e Ocian; na B, Colégio Alpha, Escola Estadual Professor Laudelino Fernandes dos Santos, Recanto, ACBF e Magic Soccer. Na sub-18, competiram Guilhermina, Ocian, Esmeralda e Magic Soccer.

Retrospecto – Confira os vencedores das edições anteriores da Copa Praia Grande de Futsal Menor:

2018
Sub-7: 1º Associação Futebol Arte, 2º Ocian Amarelo e 3º Ocian Vermelho
Sub-8: 1º Império Futsal, 2º Associação Futebol Arte e 3º Delta Esportes
Sub-10: 1º Império Futsal, 2º Escola Celestin Freinet e 3º Projeto Social Maxland Futsal/Anjos da Bola
Sub-12 série bronze: 1º Ocian PC, 2º Maxland/Anjos da Bola e 3º Império Futsal
Sub-12 livre: 1º Colégio Recanto Educacional e 2º Ocian PC
Sub-14: 1º Colégio Recanto Educacional e 2º Império Futsal
Sub-16: 1º Magic Soccer e 2º Colégio Recanto Educacional

2017
Em 2017, a Copa Praia Grande ocorreu apenas na categoria adulta. A equipe do Richard’s Costelaria Futsal sagrou-se campeã e a do Colorado Futsal vice-campeã. 

2016
Em 2016, na adulta, o evento foi vencido pela turma do Metropolitano e a equipe do RC Futsal ficou em segundo lugar

2015
Sub-8: 1º Escola Celestin Freinet 
Sub-10: 1º Esmeralda Futsal
Sub-12: 1º Esporte Clube Vitória
Sub-14: 1º Projeto Cohab/Canto do Forte
Sub-16: 1º Esmeralda Futsal.

Navega PG ganha cinco medalhas na Semana de Vela Monotipo

Equipe da Cidade fatura 2 ouros,
1 prata e 2 bronzes
A equipe do núcleo de Praia Grande do Programa Navega São Paulo (Secretarias de Esporte e Lazer – SEEL e Educação - Seduc, e Marinha do Brasil), conquistou cinco medalhas (dois ouros, uma prata e dois bronzes) na 46ª Semana de Vela Monotipos de Ilhabela, evento regido pelo Yacht Clube de Ilhabela com apoio da Federação de Vela do Estado de São Paulo (Fevesp). A disputa, encerrada na última quarta-feira (10/07), teve como sede o Iate Clube de Ilhabela.

As embarcações monotipos são construídas conforme desenho único, tendo as mesmas medidas e peso: casco, leme, bolina ou quilha falsa, mastro e velame. Na classe open bic (barcos individuais para atletas com até 25 anos), medalha de ouro para Esdras Santana, de 15 anos. Terceira colocação para Nicolas Rodrigues.

Na classe dingue, primeiro lugar para a dupla Thiago Luiz de Santana, de 32 anos, e Mariana Ferreira Groba, de 19 anos. Segunda posição para o trio formado por Juan Santos, Murilo Inácio Ferreira e Nicoly Rodrigues. Medalha de bronze para Nicolas Tales e Silvio Bello. Vale frisar que o grupo recebe comando técnico do professor Silvio Bello com auxílio de Luiz Augusto Lorejan, Rodrigo Cesar Darbem Ribeiro Borges, Gil de Paula Pereira Lima e Orlando Luiz Simão Mendes. 

Retrospecto – Na Semana Internacional de Vela Oceânica de Ilhabela de 2018, nos monotipos, na classe open bic (barcos individuais para atletas com até 25 anos), a turma da Cidade conquistou medalha de prata com Giovana Vieira e bronze com Esdras Santana. Na classificação geral da RGS (soma as classes A, B e C), o Barco Cooperação de Praia Grande somou 58 pontos perdidos em cinco regatas e ficou na 17ª colocação (entre 22 participantes).

Em 2017, o time de Praia Grande conquistou 12 medalhas (três ouros, cinco pratas e quatro bronzes). Em 2016, obteve seis medalhas (três pratas e três bronzes). Em 2015, faturou 12 medalhas (seis ouros, três pratas e três bronzes). Em 2014, garantiu 11 pódios (quatro ouros, duas pratas e cinco bronzes). Em 2013, trouxe seis medalhas (quatro ouros, uma prata e um bronze). Em 2012, vieram seis conquistas (dois ouros, uma prata e três bronzes). Em 2011, foram nove medalhas (dois ouros, três pratas e quatro bronzes). Em 2010, assegurou oito medalhas (quatro ouros, três pratas e um bronze). Em 2009, mais 11 medalhas (três ouros, quatro pratas e quatro bronzes). Em 2008, outras 19 medalhas (seis ouros, sete pratas e seis bronzes).

Equipe de PG é vice-campeã da Copa de Taekwondo

Time da Cidade destaca-se em evento estadual
A equipe de Praia Grande (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL e D-Stamp Malharia Santista), comandada pelo professor Henrique Manaroulas, foi vice-campeã geral da 6ª Copa Ribeirão Pires de Taekwondo, evento regido pela Prefeitura daquela cidade com apoio da Federação de Taekwondo do Estado de São Paulo (FETESP). O evento realizado no último domingo (7/7), ocorreu no Ginásio Oziris Grecco, em Ribeirão Pires.

Na classificação geral do poom-se (exibição de movimentos na qual avalia-se a perfeição dos golpes), primeiro lugar para a turma da Dojang Superação/São Paulo. Depois, terminaram os times de Praia Grande e Ribeirão Pires. No kyorugui (luta), vitória do selecionado de Ribeirão Pires. As equipes de Praia Grande e AMASP Mogi das Cruzes terminaram nas segunda e terceira posições. No total, participaram do evento mais de 280 atletas, de 25 agremiações do Estado.

“Foi um ótimo resultado conquistado”, afirmou o técnico Manaroulas. “Parabenizo a dedicação dos nossos alunos e dois pais que sempre colaboram com o trabalho desenvolvido no taekwondo de Praia Grande. A Cidade tem hoje uma estrutura importante, com espaço próprio, materiais para treino, benefícios para os atletas como lanche e vale-transporte. Agradeço o apoio da D-Stamp Malharia Santista”.

Na 6ª Copa Ribeirão Pires de Taekwondo houve torneios de kyorugui (luta) e poom-se (exibição de movimentos no qual se avalia a perfeição dos golpes). A disputa envolveu atletas das categorias mirim (até 8 anos), infantil (9 e 10), cadete (11 e 12), júnior (13 a 17), adulto (18 a 30) e sênior (mais de 31). Existiu divisão por peso e em gubs (faixas): amarela (8º gub); amarela ponta-verde (7º); verde (6º); verde ponta-azul (5º); azul (4º); azul ponta-vermelha (3º); vermelha (2º); e vermelha ponta-preta (1º). Os atletas faixas pretas são separados por dan (graduação).

Vale frisar que na Copa Ribeirão Pires de Taekwondo de 2018, a turma de Praia Grande faturou o vice-campeonato geral de poomse e a quarta colocação no kyorugui. Individualmente, a equipe municipal conquistou 14 medalhas (11 ouros e 3 pratas). E ainda, naquela oportunidade, o paratleta de Praia Grande e da seleção brasileira, Nathan Torquato, foi homenageado pela organização do evento devido a biografia vitoriosa que escreve no esporte.

Dados - A SEEL de Praia Grande oferta gratuitamente aos munícipes polos para iniciação, treinamento e desenvolvimento competitivo em taekwondo. Para participar, o interessado tem duas possibilidades: integrar as turmas de iniciação do Programa Superescola (e quando indiciado pelo professor responsável ser encaminhado para a equipe de competição) ou fazer um teste diretamente na equipe de competição.

As aulas de iniciação ocorrem por meio do Programa SuperEscola que atende estudantes (meninos e meninas, com e sem deficiência física, visual e intelectual) de Ensino Fundamental de escolas públicas e particulares, objetivando a inclusão social por meio do esporte, no contraturno escolar. Os responsáveis interessados devem procurar os polos onde as aulas são realizadas. Em caso de turmas cheias, será elaborada lista de espera pelo professor da modalidade. Outras informações também podem ser obtidas pelo telefone 3496-5607.

As aulas de treinamento e desenvolvimento competitivo ocorrem por meio da Diretoria Esportiva da SEEL. Para realizar um teste, basta o interessado comparecer ao local dos treinamentos, com documento de identidade (de preferência com foto) e passar por avaliação técnica realizada pelos técnicos responsáveis por cada modalidade. Outras informações podem ser obtidas no telefone 3496-5609.

Confira os locais dos polos de taekwondo:

Iniciação
Local: Centro de Iniciação ao Esporte “José Moura” (Avenida Esmeraldo Tarquínio Soares de Campos Filho esquina com a Rua Franklin Távora, s/nº, Bairro Ribeirópolis)
Horário: 8h ás 11h20 e 13h20 ás 16h30 / segundas as sextas-feiras 
Professor: Daniel Ravazzani

Local: Ginásio Rodrigão (Avenida Presidente Kennedy, 8169 – Mirim)
Horário: 8h ás 11h20 e 13h20 ás 16h30/ segundas as sextas-feiras 
Professor: Henrique Manaroulas


Treinamento e desenvolvimento competitivo
Local: Ginásio Rodrigão (Avenida Presidente Kennedy, 8169 – Mirim)
Horário: 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas / segundas as sextas-feiras 
Professor: Henrique Manaroulas

Surfista de PG é bronze na etapa inicial do Hang Loose Surf Attack

Kemily Sampaio
destaca-se na categoria sub-16
A equipe de Praia Grande (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL – e Associação Praia Grande de Surf - APGS) conquistou uma medalha de bronze na primeira etapa do 32º Circuito Hang Loose Surf Attack (Circuito Estadual de Surfe Amador), evento regido pela Federação Paulista de Surf (FPS) com chancela da Confederação Brasileira (CBS). A disputa, encerrada no último domingo (30/06), ocorreu na praia de Maresias, em São Sebastião. Mais de 230 surfistas participaram do evento.

Na categoria feminina sub-16, Kemily Sampaio subiu no pódio e assegurou a terceira colocação. Na bateria final, a vitória ficou com Sophia Medina (irmã do bicampeão mundial Gabriel Medina) com 15,25 pontos. Depois, terminou Sophia Gonçalves (São Sebastião) com 9,20. A surfista de Praia Grande somou 8,50. Já Isabela Saldanha (São Sebastião) teve 7,80. Outra surfista de Praia Grande, Maria Beatriz, parou na segunda fase do torneio e fechou entre as 16 melhores.

Mais - Na categoria júnior (17 e 18 anos), Gustavo Giovanardi e Gustavo Matos caíram na segunda fase (32 melhores), enquanto Breno Nieba e Guilherme Hammel pararam na rodada inicial. Na mirim (15 e 16 anos), Gustavo Gionardi parou na segunda fase. Já Henrique Liberato e Luiz Gustavo não passaram da primeira. Na iniciante (13 e 14 anos), Dudu Ferreira e Kauê Alohinha também não avançaram após a primeira rodada. Na estreante (11 e 12 anos), Thiago Doncev ficou entre os 16 melhores. Na petit (até 10 anos), Vini Palma também terminou entre os 16 primeiros. Já Gabriel Yagi e Leo Yagi pararam na fase inicial. 

O Circuito Paulista tem, ao todo, quatro etapas ao longo do ano. A segunda acontece de 19 a 21 de julho, em Ubatuba. A terceira ocorre de 20 a 22 de setembro, em Guarujá. A quarta e última rola de 25 a 27 de outubro, em local ainda não definido pela FPS. Neste ano, há disputa por Cidades sendo que a melhor fatura prêmio de R$ 2,5 mil. O evento tem patrocínio de Sthill, Super Tubes, Surf Trip, Kyw, Overboard Action Sports Store, Hot Water, Rhyno Foam e CT Wax.

Retrospecto – Em 2018, na classificação final do Hang Loose Surf Attack após quatro etapas disputadas, na categoria júnior (entre 101 competidores), os atletas de Praia Grande ficaram assim: 18º Gabriel Nieba, 50º Cláudio Stanisci, 57º Gustavo Matos e 74º Bruno Senatori. Na Mirim (89 participantes): 12º Gustavo Giovanardi, 23º Guilherme Hammel, 48º Breno Nieba e 53º Henrique Liberato. Na Iiiciante (50 participantes): 34º Kaíque Carvalho. Na estreante (44 participantes): 31º Dudu Ferreira. Na petit (43 participantes): 16º Deric Silva, 18º Thiago Doncev, 22ª Maria Beatriz e 34ª Carol Bastides. E na feminina sub-16 (38 participantes): 17ª Kemily Sampaio, 21ª Maria Beatriz e 29ª Carol Bastides.

Confira a classificação final dos atletas de Praia Grande nos anos anteriores:

2017 – 5º equipe PG
9º Gustavo Giovanardi (iniciante), 13º Thiago Doncev (petit), 13º Kauê Alohinha (estreante), 17º Gabriel Nieba (júnior), 22º Breno Nieba e Caio Braz (mirim)

2016 – 5º equipe PG
10º Gustavo Giovanardi (iniciante), 15º Kauê Alohinha (petit), 16º Kaíque Carvalho (estreante), 17º Ayrton Dilan (júnior), 18º Gabriel Nieba (mirim), 20º Marcus Vinicius (júnior), 21º Lucas Lopes (estreante), 23º Bruno Senatori (mirim) e 26º Breno Nieba (iniciante)

2015 
2º Gustavo Giovanardi (estreante), 11º Renan Rodrigues (iniciante), 13º Kauê Ribeiro (petit), 16º Ayrton Dilan (júnior) e 27º Vinicius Maia (mirim)

2014
4º Kaique Carvalho (petit), 9º Gustavo Giovanardi (estreante), 14º Leonardo Menyon (júnior), 15º Jefferson Veiga (mirim) e 21º Marcelo Kuhnen (iniciante) 

2013
1º Marcos Corrêa (júnior), 9º Gustavo Giovanardi (petit), 12º Jefferson Veiga (mirim), 13º Leandro Cruz (júnior), 15º Gustavo Giovanardi (estreante), 23º Daniel Oliveira (estreante) e 24º Gustavo Cruz (iniciante)

2012
1º Marcos Corrêa (júnior), 3º Marcos Corrêa (mirim), 8º Jefferson Veiga (iniciante), 11º Gustavo Giovanardi (petit), 14º Luan Eugênio (estreante), 15º Leandro Cruz (júnior) e 17º David Leal (petit)

2011
6º Leandro Cruz (júnior), 10º Daniel Vieira (estreante), 11º Ricardo Lima (júnior), 15º Jefferson Veiga (iniciante), 18º David Leal (petit), 21º André Silva (petit) e Matheus Mariano (iniciante), 23º Igor Massarelli e Pablo Souza (petit), e 25º Jefferson Veiga (mirim)

2010 – 5º equipe PG
5º Maxsswell Ribeiro (júnior), 5º Jefferson Veiga (estreante), 10º Luan Carvalho (júnior) e Leonardo Martinez (iniciante), 12º Luana Carvalho (petit), 17º Leandro Cruz (mirim), 19º Gabriel Martins (mirim), 23º Leonardo Menyon (iniciante), 28º Leonardo Santos (júnior) e Jefferson Veiga (iniciante), 29º Cleberson Santos (mirim), 32º Bruno Costa (mirim), 35º Gustavo Lisboa e João Alves (iniciante)

Velejadores de PG ganham medalhas no Regional Sudeste Brasileiro

Time da Cidade fatura uma medalha de ouro e outra de prata
A equipe do núcleo de Praia Grande do Programa Navega São Paulo (Secretarias de Esporte e Lazer – SEEL e Educação - Seduc, e Marinha do Brasil) conquistou duas medalhas (um ouro e uma prata) nos 38º Campeonato Regional Sudeste Brasileiro de Vela da Classe Laser Standard e 4.7, e 23º Campeonato Regional Sudeste Brasileiro de Vela da Classe Laser Radial. Os eventos regidos pela Associação Brasileira da Classe Laser e realizados pelo Clube Internacional de Regatas, de Santos, foram finalizados no último sábado (22/06), na Baía de Santos. 

A medalha de ouro de Praia Grande veio na classe laser 4.7, com Mariana Groba Ferreira, de 19 anos, na categoria sub-21. Ela ainda terminou em terceiro lugar na classificação geral (sem limite de idade). Já a medalha de prata foi conquistada na radial, com Thiago Luiz Santana, de 32 anos, na sênior (adulta). No total, mais de 30 velejadores do Brasil participaram da competição. Vale frisar que o grupo municipal é conduzido pelo professor Silvio Bello com auxílio de Luiz Augusto Lorejan, Rodrigo Cesar Darbem Ribeiro Borges, Gil de Paula Pereira Lima e Orlando Luiz Simão Mendes.

Snipe – Neste ano, a equipe do núcleo de Praia Grande do Programa Navega São Paulo já havia se destacado em outro Campeonato Sudeste Brasileiro de Vela. Em parceria com o Clube Internacional de Regatas de Santos, o time da Cidade conquistou uma medalha de bronze na terceira edição do evento da Classe Snipe. Após quatro regatas realizadas, na classificação geral, terceira colocação para Esdras Santana de Jesus (Praia Grande), 15 anos, e Caio Prado (Yacht Clube de Santo Amaro). Já a dupla formada por Ellion Santana de Jesus (Praia Grande), 15 anos, e Ricardo Barbosa (Yacht Clube Paulista) terminou em 10º lugar. No total, a competição reuniu 33 equipes. 

Treinos - As aulas do Programa Navega São Paulo de Praia Grande são abertas a pessoas de todas as idades, de segunda a sábado, das 8 às 17 horas, na Área de Lazer Ézio Dall’Ácqua. Também conhecido como Portinho, o local, banhado pelo Mar Pequeno, está situado na entrada da Cidade, na Rua Paulo Sérgio Garcia s/nº, Bairro Sítio do Campo. Para participar basta que os interessados compareçam ao local das aulas, preencham ficha cadastral e apresentem documento de identidade com foto. Os menores de idade precisam que os responsáveis façam a inscrição.