Páginas

terça-feira, 22 de outubro de 2019

Magic Soccer - um sonho , agora realidade

No fundo Welington Silva na frente Luis André (Kuru),
 fundadores do Projeto Magic Soccer
Pra quem não conhece, vai uma breve apresentação, dessas duas figuras (foto) Luis André (Kuru) e Welington Silva, a algum tempo, disputam os vários campeonatos de futsal , futebol de campo e futebol society da região e agora a nivel estadual, ambos, individualmente, levantaram vários campeonatos e há algum tempo se juntaram e fundaram o Projeto Social e formador de atletas MAGIC SOCCER e ficaram mais fortes ainda.

O Kuru, tinha uma equipe de nome Capricho e teve passagens , diga-se de passagem, vencedoras, pelas equipes do Colorado, Palmeirinhas e outras, foi campeão em todas elas, muitos atletas, sairam daqui pra várias equipes profissionais e hoje desfilam sua graça por esse Brasil e exterior.

O Welington, sempre optou pelo futebol de campo, fundou o time do Magic Paula, passou por Palmeirinhas e vários outros times e também, sempre vitorioso, revelou vários atletas que andam por esse Brasil afora.

Essa dupla se juntou, fundou o Magic Soccer, cujo maior foco é tirar a rapaziada das ruas , dar orientações pedagógicas , social e privilegiar o futebol,o que vem conseguindo com brilhantismo, isso posto, causou uma certa animosidade na sua cidade querida e por vezes são renegados pelas entidades maiores e dominantes , que em muitas vezes o colocam em situações embaraçosas, mas isso não é problema pra eles e geralmente vira solução, porque aqui existem, pessoas dirigentes de clubes, que o ajudam muito, cedendo seus campos para treinos e jogos oficiais e assim vão levando no peito e na raça, sem perder a humildade e o foco no objetivo, que é o ser humano.

Resumão:

A equipe sub17, que vem jogando o campeonato da Associação Paulista de Futebol, previlégio de grandes equipes, vitrine para atletas do futuro, esse time do Magic Soccer,  tem mostrado seu valôr , conseguiu classificação na primeira fase  da competição, encarando times de nome e forte estrutura e agora na segunda fase, passou pela  forte equipe do Serra Morena de São Paulo, aonde venceu o jogo pelo placar de 1x0 e garantiu vaga a terceira fase da competição, está nas oitavas de final.

- Esse time tem que ser prestigiado, pois chegou aonde nem um outro da cidade conseguiu, mesmo sem qualquer tipo de apoio financeiro.

Equipe sub17 , vai bem na Copa São Paulo

a campanha do time, apos 16 rodadas:

Campanha da equipe, após 16 rodadas

Malaga e Estrela de Vila Sônia , são os finalistas da I Copa Cidade de Praia Grande

Malaga e Estrela de Vila Sônia, são os finalistas
E nesse domingo de 20 de outubro de 2019, aconteceram as Semifinais I Copa Cidade de Praia Grande de Futebol, no campo do Magic Paula, foram dois jogos, bem disputados, e as equipes do Malaga FC (Caieiras), venceu o Tupi por 2x0; E o Time do Estrela de Vila Sônia, superou o América (Japui)  pelo placar de 3x1 e se garantiram as finais.

A competição que é organizada e administrada pela Liga Metropolitana Esportiva do Litoral Sul de SP, conta com o apoio da Prefeitura de Praia Grande.

Nessa rodada, foram dois jogos, muito bem disputados e pegados, foram marcados 06 gols, uma média de 3 gols por partida, mostra claramente que os times , entraram pra vencer e engrandeceram ainda mais a disputa.

Acompanhe abaixo como foram os jogos:

Jogo bem disputado entre Malaga e Tupi

- TUPI FC 0X2 MALAGA FC :

Na abertura da rodada dupla no campo do Magic Paula, se enfrentaram as equipes do Tupi e do Malaga, um jogo de rivalidades, na fase de classificação o time do Tupi venceu pelo placar de 2x0 e agora na disputa da vaga para a final, um jogo muito emocionante, se viu em campo.
- No primeiro tempo de jogo o placar ficou em 0x0, mas o time do Tupi, foi melhor e criou boas chances, mas a defesa do Malaga, não deu mole e estava o tempo todo atenta ao jogo, por isso o placar em branco.
- No segundo tempo, a estratégia do Malaga em atrair o Tupi pra seu campo e sair em contra-ataque, deu resultados, com 15 minutos de jogo o Malaga , faz 1x0, em bola ganha na defesa, que seguiu ao meio campo, que lançou rapidamente o atacante pela ponta direita , que ganhou na corrida do seu marcador e cruzou na área e o atacante do Malaga como uma flecha , pegou toda defesa desprevenida e num foguete de cabeça, abriu o placar pro Malaga. - O Tupi, não desanimou e foi todo ataque, criou muitas chances, mas quando passava pela defesa, encontrava o goleiro do Malaga em manhã inspirada, pegando até pensamento, com esse ataque total, a defesa do Tupi, ficou desguarnecida e o Malaga , novamente com a velocidade de seu ataque, faz 2x0, numa bela triangulação do time. Com esse gol, o Malaga passou a se defender ainda mais e conseguiu parar completamente o forte ataque do Tupi, e o Malaga garantiu a vitória por 2x0 e a vaga na final.

América e Estrela, jogo pegado

- AMÉRICA FC  1X3 ESTRELA DE VILA SÔNIA :

Na segunda semifinal no campo do Magic Paula, jogaram o América do Japui e o Estrela de Vila Sônia, outro jogão de bola, vencido pelo Estrela por 3x1, mas que infelizmente foi ofuscado pela torcida do Estrela e depois a do América, que de forma pouco sociavel, ocupou a parte interna do campo, causando alguns tumultos e parando , muitas vezes o jogo. 
- Fora isso, dentro do campo de jogo, o que se viu, foi muita disputa pelos dois times, que quando tocavam a bola, não deviam nada pra ninguém e faziam times profissionais morrerem de inveja.
- No primeiro tempo de jogo , o time do  América começou melhor , logo de cara, abriu o placar , numa bela cobrança de falta que matou o goleiro, que nada pode fazer, com isso o Estrela se soltou e não demorou muito empatou a partida em jogo de um primeiro tempo bem pegado e disputado, com muitas paralizações e no final um empate em 1x1.
- No segundo tempo, a partida começou equilibrada, bons lances, mas com muita catimba, jogo paralizado constantemente, o que fazia a partida perder a graça. Porém o Estrela se apresentou mais efetivo e conseguiu virar a partida e fazer 2x1, o jogo prosseguiu com muita disputa e pegado, o que levou ao atacante do Estrela ser expulso do jogo, pelo segundo cartão amarelo; Com vantagem numérica o América criou boas chances, mas parava na forte defesa do Estrela e num ataque mais forte da equipe do América, se desguarneceu na zaga e numa bela triangulação do ataque Estrelado, pegou a defesa Americana avançada e o ataque Estrelado não perdoou e marcou o seu terceiro gol num belo lance, bem arquitetado. O time do Estrela ainda teve outro atleta expulso, mas conseguiu se defender bem e garantir o marcador e a vitória por 3x1, e a vaga na final .


A final entre as equipes do MALAGA X ESTRELA VS, acontecerá no domingo dia 27 de outubro de 2019, no campo do Magic Paula ás 13hs, no caso de empate, a decisão será nos penaltis.


Futsal Feminino de PG estreia nas quartas de final

Time Praiagrandense vai a Santo André,
 encarar o Primeiro de Maio FC
Nesta terça-feira (22/10), às 20h30, no Ginásio Noêmia Assumpção, em Santo André, o selecionado adulto (idade livre) de Praia Grande/Ocian Praia Clube/MRW (SEEL, Sucos Camp, Centro de Formação de Atletas e LPFS) enfrenta a equipe do Primeiro de Maio Futebol Clube/Santo André, na primeira partida da fase quartas de final (oito melhores) do Campeonato Estadual de Futsal Feminino, evento regido pela Federação Paulista (FPFS).

A segunda e decisiva partida entre os times ocorre no dia 31, às 20h30, no mesmo local. O outro confronto das quartas de final envolve os times do IT/São Bernardo do Campo/Sport Club Corinthians Paulista e Seleção Itapeviense de Futsal. Já as turmas do IL/Cats/Taboão Futsal e São José dos Campos qualificaram-se diretamente para a fase semifinal por terem sido as primeirs e segunda colocadas, respectivamente, na fase inicial da competição.

Vale frisar que na classificação final da primeira fase do Campeonato Paulista de Futsal Feminino Adulto, Taboão somou oito vitórias e dois empates, assim como São José. Só que Taboão teve saldo de gols de mais 41 (50 feitose 9 sofridos), contra 40 de São José (46 feitos e 6 sofridos). São Bernardo ficou em terceiro com cinco vitórias, um empate e quatro derrotas. Santo André foi o quarto melhor com quatro vitórias, um empate e cinco derrotas. Quinta posição para Praia Grande com duas vitórias, oito derrotas, 14 gols feitos e 25 sofridos. Sexta para Itapevi com 10 derrotas.

Jogam por Praia Grande Beatriz Chevis, Tatiana Chevis, Mariana Nunes, Renata Melo, Olívia Gil, Bárbara Fujisawa, Beatriz Peano, Rafaela Silva, Nicole Favretto, Jéssica Costa, Mariana Beloni, Jéssica Batista, Beatriz Escalhão, Mariana Hanita, Juliana Primon, Laís Sakurai, Lygia Neder, Geovanna Arriente, Tathiane Franco, Samara Monzem, Rafaela Furtado, Nathalia Longov, Joice Candida, Gabriela Tiemi, Ana Teresa Teixeira e Isabella Fernandes. Técnico: Thiago Rigon. Auxiliares: Luiz Gustavo Serrambana e Lucas Davoglio Mauriz.

Gols - Confira todos os resultados do time de Praia Grande no Paulistão de Futsal Feminino Adulto 2019:

1ª fase – 1º turno
8/6 – Primeiro de Maio Futebol Clube 2 x 1 Praia Grande/Ocian Praia Clube/MRW
18/6 - Praia Grande/Ocian Praia Clube/MRW 4 x 5 IT/São Bernardo do Campo/Sport Club Corinthians Paulista
2/8 - Praia Grande/Ocian Praia Clube/MRW 0 x 3 IL/Cats/Taboão Futsal
10/8 - Praia Grande/Ocian Praia Clube/MRW 6 x 0 Seleção Itapeviense
13/8 - Praia Grande/Ocian Praia Clube/MRW 0 x 3 São José Futsal

1ª fase – 2º turno
27/8 - Praia Grande/Ocian Praia Clube/MRW 0 x 1 Primeiro de Maio Futebol Clube/Santo André
2/9 - IT/São Bernardo do Campo/Sport Club Corinthians Paulista 4 x 1 Praia Grande/Ocian Praia Clube/MRW
14/9 - Seleção Itapeviense 0 x 1 Praia Grande/Ocian Praia Clube/MRW
19/9 - São José Futsal 2 x 0 Praia Grande/Ocian Praia Clube/MRW
1/10 - IL/Cats/Taboão Futsal 5 x 1 Praia Grande/Ocian Praia Clube/MRW

Taça São Paulo – Nos meses de abril e maio deste ano, a turma feminina adulta de Praia Grande/Ocian Praia Clube/MRW participou da Taça São Paulo, evento também regido pela Federação Paulista (FPFS). A competição reuniu agremiações convidadas pela FPFS visando estimular o desenvolvimento do futsal feminino adulto no Estado de São Paulo. As equipes jogaram todas contra todas, em turno e returno, em grupo único, qualificando-se todas para as semifinais. Nesta fase, as meninas da Cidade foram derrotadas por São José dos Campos por 2 a 0.

A turma do MRW futsal é de São Paulo, Capital, e já está na segunda temporada de parceria com o grupo de Praia Grande/Ocian Praia Clube. Em 2018, o time adulto masculino Praia Grande/Ocian/MRW foi vice-campeão do torneio da primeira divisão dos Jogos Regionais (feito inédito) e conquistou a quarta colocação no torneio da segunda divisão dos Jogos Abertos do Interior. Vale destacar que, para esta temporada, a equipe feminina do MRW também representa Praia Grande nas competições do Estado. Outras informações podem ser obtidas no site www.facebook.com/mrwfutsal.

Powerlifting de PG sobe no pódio em evento internacional

Atletas da Cidade brilham no The Cage Pro Liga
A equipe da Academia Reverte de Praia Grande (que conta com apoio da Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL) conquistou três troféus (dois de primeiro lugar e um de terceiro) no Campeonato The Cage Pro Liga Powerlifting (Levantamento de Força)/Joe Weider’s Olympia Amateur Brasil – evento que integra a Brasil Trading Fitness and Wellness Fair. A competição finalizada no último s
ábado (20), ocorreu no pavilhão do Expo Center Norte, em São Paulo, na Capital.

“É a competição mais importante da América do Sul na nossa modalidade”, informou o atleta e técnico de Praia Grande Jaime Ferreira Reverte. “Desportistas de vários países competiram e o nível foi altíssimo. No Olympia, é feita uma divisão do peso levantado pelo atleta e do seu peso corporal. Esta somatória é que definiu o vencedor da competição. Então, quanto mais peso você levantar e mais magro ou leve for, melhor”.

De Praia Grande, na categoria máster (mais de 40 anos), Jaime Reverte foi o grande campeão do evento ao bater o recorde do Campeonato por duas vezes, erguendo 260 e 270 quilos, respectivamente. Na open (aberta – idade livre), na feminina, primeiro lugar para Lígia Sophia. Já Rodrigo Pita assegurou a terceira colocação e Luiz Rufino Silva a quarta.

“O treino ao longo do ano é bastante duro, o stress pré-competição não é fácil, então quando consigo atingir minhas metas fico imensamente feliz”, afirmou Reverte. “Continuo sempre em busca de evolução para me manter entre os melhores da modalidade. Agradeço aos meus amigos e familiares, a todos aqueles que torcem por mim e confiam no trabalho que desenvolvo, aos meus apoiadores Elite Cartola e Orion Gym”.

Próxima – Neste sábado e domingo (26 e 27), na Cidade de Catanduva, interior paulista, a equipe de Praia Grande disputa etapa do Circuito Mundial de Powerlifting, evento regido pela Confederação Brasileira de Powerlifitng (WABDL) com apoio da Confederação Brasileira de Atletas de Força (Conbrafa), Federação Paulista de Levantamento Básicos e Governo do Estado de São Paulo.

Dados – Em agosto deste ano, a equipe da Academia Reverte de Praia Grande/SEEL faturou medalhas de ouro no Campeonato Brasileiro de Supino e Levantamento Terra, evento regido pela Confederação Brasileira de Powerlifting (Conbrap) e da Global Powerlifting Committee (GPC). Dois atletas de Praia Grande venceram na disputa do levantamento terra (retirada de peso do chão com as forças das pernas e braços). Bruno teixeira Cunha ganhou na categoria sub-júnior (até 17 anos), no peso até 67,5, e Jaime Ferreira Reverte na máster 1 (40 a 44 anos), peso até 82,5 quilos. Bruno foi ainda, eleito como o segundo melhor atleta de toda a competição.

Em julho, também no Ginásio do Complexo Esportivo Rebouças, em Santos, a equipe da Academia Reverte/SEEL Praia Grande terminou em segundo lugar na classificação geral do Campeonato Brasileiro de Powerlifting (Levantamento de peso básico ou de potência). Individualmente, destaque para o praia-grandense Jaime Ferreira Reverte que foi campeão da categoria máster (mais de 40 anos), peso até 82,5 quilos, e considerado o melhor atleta do Campeonato na faixa etária. Além dele, também destacaram-se por Praia Grande com medalhas de ouro os atletas Luiz Rufino Silva, Sandro Gonzaga e Lígia Sophia.

No mesmo mês, também no Ginásio Rebouças, em Santos, Jaime Reverte disputou e venceu o Campeonato Santista de Levantamento Terra, na categoria absoluta (sem limite de idade), no peso até 82,5 kg. Em março, a equipe da Academia Reverte de Praia Grande já havia conquistado o título de campeã geral do Campeonato Paulista de Powerlifting, evento regido Conbrap e GPC. Os destaques do time praia-grandense foram Jaime Ferreira Reverte que foi campeão geral da categoria máster 1 – 40 a 44 anos (prova do levantamento terra) e segundo melhor atleta da máster no combinado (supino e levantamento terra) e Luiz Carlos Rufino que foi campeão na especial (idade livre) no levantamento terra e vice-campeão no combinado.

Handebol de PG joga pelo Estadual

Times da Cidade jogam pelo Estadual da Liga Paulistana
Nesta quarta-feira (23/10), a partir das 18 horas, em Santo André, três equipes de Praia Grande (SEEL) entram em ação em duelos válidos pela primeira fase do Campeonato Estadual de Handebol promovido pela Liga Paulistana (LPHB). O time masculino infantil (13 e 14 anos) encara o UNIP/São Bernardo do Campo. O feminino cadete (15 e 16 anos) pega o Santo André. O feminino juvenil (17 e 18 anos) joga contra o MESC/São Bernardo.

Já na sexta-feira (25), a partir das 15 horas, no Ginásio Tejereba, em Guarujá, os grupos masculinos cadete e juvenil de Praia Grande encaram os times de Guarujá. Vale frisar que os selecionados municipais recebem orientação técnica do professor Evandro Andrade com auxílio dos treinadores Luciene Gonçalves (a Cuba), Thiago José e Maurício Santos.

Retrospecto – No Estadual Masculino da Liga Paulistana de 2018, os grupos mirim (até 12 anos), infantil, cadete e juvenil de Praia Grande ficaram com as pratas. O adulto terminou em quarto lugar. Em 2017, o juvenil foi campeão, o infantil, o cadete e o adulto terceiros posicionados. Em 2013, foi a primeira vez (e até então única) que as equipes masculinas de Praia Grande disputaram o Campeonato Estadual da Liga Paulistana de Handebol. Naquela oportunidade, a turma cadete conquistou de forma invicta o ouro. A infantil faturou o bronze.

Na feminina, a equipe cadete de Praia Grande conquistou a medalha de bronze. Na decisão do terceiro lugar, o time municipal venceu Mongaguá por 21 a 13. Em 2017, o time feminino júnior foi vice-campeão. O infantil terminou na quarta colocação. Em 2016, o juvenil foi bronze. Em 2015, o juvenil conquistou o ouro e o cadete o bronze. Em 2013, o infantil fechou em terceiro lugar. Na adulta, Praia Grande ficou na quinta posição. Em 2012, o júnior terminou na terceira colocação. O cadete assegurou a quarta posição, enquanto que a infantil terminou na sexta.

Campanha – Confira todos os resultados e as escalações dos times de Praia Grande no Campeonato Estadual de Handebol da Liga Paulistana 2019:

Feminina
Infantil (13 e 14 anos) – Jogam pela Cidade Ana Mendes, Bruna Silva, Carla Santos, Helena Alves, Isabela Dias, Juliana Moraes, Lilian Cardoso, Marcela Maria, Patrícia Campos, Paula Sales, Renata Gonçalves, Renata Mota, Kailane Aguiar, Kesya Souza e Sabrina Couto.

1ª fase
31/5 – Praia Grande 5 x 16 Mongaguá
10/8 – São Paulo FC 20 x 7 Praia Grande
25/8 – Praia Grande 11 x 12 São Caetano do Sul
12/10 – São Paulo FC 16 x 23 Praia Grande
20/10 – Mongaguá 16 x 18 Praia Grande
21/10 – Alphaville Tênis Clube 7 x 27 Praia Grande

Cadete (15 e 16 anos) – Jogam pela Cidade Ana Beatriz de França Cipriano, Fernanda da Silva Piplovic, Raiany Mariana Santos Amorim, Vitória Nayani Vasconcelos, Isabelly Vitória Menezes Ferreira Souza, Kailaine Santos Gomes da Silva, Laiza Mirela Gonçalves de Oliveira, Larissa Costa Medeiros, Maria Eduarda Bento dos Santos, Mariana Seixas Machado e Rebeka Silva Cardoso Santos.

1ª fase
18/5 – UNIP São Bernardo 11 x 18 Praia Grande
26/5 – Praia Grande 16 x 20 Guarujá
3/8 – Santo André 7 x 19 Praia Grande
4/8 – EC Pinheiros 33 x 7 Praia Grande
10/8 – Alphaville Tênis Clube 13 x 25 Praia Grande
24/8 – Praia Grande 14 x 14 UNIP/SBC
12/10 – Alphaville Tênis Clube 6 x 23 Praia Grande
14/10 – EC Pinheiros 23 x 9 Praia Grande
19/10 – Guarujá 24 x 17 Praia Grande

Juvenil (17 e 18 anos) – Jogam Alanys de Oliveira Bueno, Aline Mariano de Oliveira, Amanda Nascimento Carpinelli, Lívia Alessandra Arantes, Thamires Vitória Nascimento, Raiany Santos Amorim, Fernanda da Silva Piplovic, Ana Beatriz Cipriano, Isabelly Vitória Menezes Ferreira Souza, Kailane Gomes Silva, Laiza Mirela Oliveira, Larissa Costa Medeiros, Maria Eduarda Bento, Monica Campagnoli Piovesan, Neusa Maria Encinas, Vitória Nayani e Rebeka Silva Cardoso.

1ª fase
13/4 – Taubaté 17 x 13 Praia Grande
9/5 - São Paulo Futebol Clube 14 x 18 Praia Grande
15/5 – MESC São Bernardo 27 x 20 Praia Grande
18/5 – UNIP São Bernardo 7 x 16 Praia Grande
30/6 – Praia Grande 9 x 24 Guarujá
1/8 – Praia Grande 16 x 14 Taubaté
24/8 – Praia Grande 26 x 8 UNIP/SBC
12/10 – São Paulo FC 21 x 33 Praia Grande
19/10 – Guarujá 25 x 18 Praia Grande

Adulta (idade livre) – Jogam Nathaly Dias Silva dos Santos, Iara de Souza Pereira, Ana Carolina Santos Borges Costa, Giovana Nascimento Esteves, Júlia dos Santos Souza, Neusa Encinas, Alanys Bueno, Amanda Carpinelli, Ana Cipriano, Lívia Arantes, Monica Campagnoli, Aline Mariano, Thamires Nascimento, Raiany Amorim, Fernanda Piplovic e Isabelly Menezes.

1ª fase
31/3 – Praia Grande 18 x 18 Pindamonhangaba
4/5 – Pindamonhangaba 21 x 18 Praia Grande
5/5 – Praia Grande 11 x 21 Ribeirão Pires
8/6 – Ribeirão Pires 28 x 13 Praia Grande
19/10 – Santos 24 x 5 Praia Grande

Masculina
Mirim (10 a 12 anos) – disputado em formato de Circuito
(1ª etapa – sede Esporte Clube Pinheiros)
6/4 – Mongaguá 0,5 x 2,5 Praia Grande
6/4 – EC Pinheiros 3 x 0 EC Pinheiros
17/8 – Mongaguá 1 x 2 Praia Grande
17/8 – Jacareí 1,5 x 1,5 Praia Grande
17/8 – UNIP/São Bernardo 1,5 x 1,5 Praia Grande

Infantil (13 e 14 anos) – Jogam por Praia Grande Marcus Vinicius Santos, Marcelo dos Santos Alves, Cauê Oliveira Santos, Marcos Reis dos Santos, Vinicius de Oliveira Vidigal, Matheus Silva Santos, Flávio Almeida da Costa Filho, Kayke dos Santos Emiliano, Ryan Nunes Rios Fernandes, Ítalo Nascimento Guedes Rabello, Flávio Henrique Silva Feitosa, Daniel Marcilis de França, Antony Gabriel Noé Bezerra, Gustavo da Silva Brandão, Yalles Lara Caetano, Samuel Mesquita Átila Rebolo Moita da Costa, Nickolas Rubens Ramos Pastorello, Vinicius Luiz Silva Delphino, Yago Eufrasio Santos, Ygor Pfister Rodrigues, Roger Wellington dos Santos Inês e Nycollas Matos Gonzaga de Sousa.

1ª fase
5/5 – Praia Grande 12 x 18 Esporte Clube Pinheiros
18/5 – UNIP São Bernardo 31 x 12 Praia Grande
23/5 – Praia Grande 15 x 24 São José dos Campos
31/5 – Praia Grande 15 x 16 Mongaguá
4/8 – EC Pinheiros 30 x 15 Praia Grande
10/8 – São Paulo FC 22 x 21 Praia Grande
25/8 – Praia Grande 17 x 22 São Caetano do Sul
12/10 – São Paulo FC 23 x 18 Praia Grande
13/10 – São José dos Campos 20 x 15 Praia Grande
14/10 – EC Pinheiros 24 x 23 Praia Grande
20/10 – Mongaguá 22 x 23 Praia Grande

Cadete (15 e 16 anos) – Jogam por Praia Grande Cauê Oliveira Santos, Fabio Costa Dalle Piagge, Júlio Cesar Alves Costa, Kayke dos Santos Emiliano, Lucas Gabriel Candido da Silva, Marcelo dos Santos Alves, Marcos Reis dos Santos, Marcus Vinicius Santos, Matheus da Silva Santos, Sérgio Henrique Rodrigues Andrade e Vinicius de Oliveira Vidigal.

1ª fase
18/5 – UNIP São Bernardo 15 x 25 Praia Grande
26/5 – Praia Grande 28 x 15 Guarujá
4/8 – EC Pinheiros 34 x 20 Praia Grande
10/8 – São Paulo FC 19 x 19 Praia Grande
24/8 – Praia Grande 19 x 16 UNIP/SBC
12/10 – São Paulo FC 34 x 35 Praia Grande
14/10 – EC Pinheiros 23 x 19 Praia Grande

Juvenil (17 e 18 anos) - Jogam Victor Hugo Expedito Stefano, Ryan Pedro dos Santos, Dérik William dos Santos Batista, Vinícius Lira de Santana, Kauã Ortolani Lusvarghi, Sérgio Henrique Rodrigues Andrade, Enzo Pereira de Almeida, Giovanny José Vieira Russo, Kaíque Santos Santana, Matheus do Nascimento Silva, Thiago Nascimento Freire Santos, Júlio César Alves Costa, Henrique Pietro Pereira de Almeida, Victor Brasil Santos Nogueira, Filipe Nascimento Rosendo de Souza e Breno Praxedes Rodrigues da Silva.

1ª fase
31/3 – Praia Grande 29 x 18 Pindamonhangaba
4/5 – Pindamonhangaba 12 x 26 Praia Grande
18/5 – UNIP São Bernardo 26 x 9 Praia Grande
23/5 – Praia Grande 18 x 19 São José dos Campos
30/6 – Praia Grande 26 x 22 Guarujá
24/8 – Praia Grande 19 x 22 UNIP/SBC
13/10 – São José dos Campos 29 x 19 Praia Grande

Adulta (idade livre) - Jogam pela Cidade Lucas Navarreto Botelho, Erick Gonçalves da Silva Andrade, Yuri Morbeck Silva, Bruno Queiroz Leal de Azevedo, Gabriel Trindade da Paixão, Henrique de Paula Silva, João Pedro Oliveira Goes Di Giorge, Lucas Antônio Carlos, Thiago Lima Diniz, Marcelo Vinicius André Neres da Silva, Maicon Bruno Troni, Igor Santos Vieira Sanches, Isac Soares dos Santos, Matheus do Nascimento Silva, Dérik William dos Santos Batista e Enzo Pereira de Almeida.

1ª fase
31/3 – Praia Grande 19 x 18 Caraguatatuba
26/5 – Praia Grande 26 x 24 Jacareí
31/5 – Praia Grande 21 x 21 Mongaguá
10/8 – São Paulo FC 31 x 30 Praia Grande
13/10 – Caraguatatuba 29 x 29 Praia Grande
18/10 – São Paulo FC 28 x 20 Praia Grande.

Taekwondo de PG fica em 3º no GP Brasil de Poomsae

Time faz bonito em evento nacional
A equipe de taekwondo Praia Grande (SEEL) terminou em terceiro lugar no estilo tradicional na classificação geral do 1º Grande Prêmio (GP) Brasil de Poomsae (exibição de movimentos na qual avalia-se a perfeição dos golpes), evento regido pela Brazil Taekwondo Academy e TKD Maninho. A competição, que reuniu 34 agremiações e 135 competidores, foi finalizada no último domingo (20), ocorreu no Ginásio Arena, na cidade de Suzano, no interior paulista.

No total, a turma de Praia Grande conquistou 11 medalhas (cinco ouros, quatro pratas e dois bronzes) sob comando dos professores Henrique Manaroulas e Fabio Cristiano Alves Brandão. Competiram pelo município os atletas Ana Beatriz Alves Brandão (faturou ouro), Sabrina Nascimento Henzel (ouro), Nathaly Santos Magalhães (ouro), Pamella Stefam Liberalino Correia (ouro), Thayane Iwatani (ouro), Nathalyn Amanda Alves (prata), Stephanie Gomes (prata), Guilherme Laslo de Oliveira (prata), Fabio Brandão (prata), Camilly Torquato Bueno Silva (bronze) e Rayara dos Santos Fragoso (bronze).

“A competição teve um nível técnico alto e foi dividida entre o estilo tradicional, interestilos, livre e mixado. Fomos com 11 atletas e trouxemos 11 medalhas”, destacou o técnico Manaroulas. “Estamos sempre em busca de evolução e melhora de performances individuais. Agradeço o apoio dos familiares dos atletas e de todos aqueles que torcem pelo sucesso do nosso trabalho. O taekwondo de Praia Grande é uma força nacional”.

Dados - A SEEL de Praia Grande oferta gratuitamente aos munícipes polos para iniciação, treinamento e desenvolvimento competitivo em taekwondo. Para participar, o interessado tem duas possibilidades: integrar as turmas de iniciação do Programa Superescola (e quando indiciado pelo professor responsável ser encaminhado para a equipe de competição) ou fazer um teste diretamente na equipe de competição.

As aulas de iniciação ocorrem por meio do Programa SuperEscola que atende estudantes (meninos e meninas, com e sem deficiência física, visual e intelectual) de Ensino Fundamental de escolas públicas e particulares, objetivando a inclusão social por meio do esporte, no contraturno escolar. Os responsáveis interessados devem procurar os polos onde as aulas são realizadas. Em caso de turmas cheias, será elaborada lista de espera pelo professor da modalidade. Outras informações também podem ser obtidas pelo telefone 3496-5611 e 3496-5614.

As aulas de treinamento e desenvolvimento competitivo ocorrem por meio da Diretoria Esportiva da SEEL. Para realizar um teste, basta o interessado comparecer ao local dos treinamentos, com documento de identidade (de preferência com foto) e passar por avaliação técnica realizada pelos técnicos responsáveis por cada modalidade. Outras informações podem ser obtidas no telefone 3496-5609.

Confira os locais dos polos de taekwondo:

Iniciação
Local: Centro de Iniciação ao Esporte “José Moura” (Avenida Esmeraldo Tarquínio Soares de Campos Filho esquina com a Rua Franklin Távora, s/nº, Bairro Ribeirópolis)
Horário: 8h ás 11h20 e 13h20 ás 16h30 / segundas as sextas-feiras
Professor: Daniel Ravazzani

Local: Ginásio Rodrigão (Avenida Presidente Kennedy, 8169 – Mirim)
Horário: 8h ás 11h20 e 13h20 ás 16h30/ segundas as sextas-feiras
Professor: Henrique Manaroulas

Treinamento e desenvolvimento competitivo
Local: Ginásio Rodrigão (Avenida Presidente Kennedy, 8169 – Mirim)
Horário: 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas / segundas as sextas-feiras
Professor: Henrique Manaroulas.

Time de PG se destaca na 9ª etapa do Torneio Regional de Natação

Equipe da cidade conquista diversos primeiros lugares
A equipe de Praia Grande (SEEL –, Natação Praia Grande e Associação de Pais e Amigos dos Desportistas do Litoral Paulista) destacou-se na nona etapa do Torneio Regional de Natação, nas categorias petiz 1 e 2 (11 e 12 anos), infantil 1 e 2 (13 e 14), juvenil 1 e 2 (15 e 16), júnior 1 e 2 (17 e 18), e sênior (mais de 18), na feminina e masculina. A disputa realizada no último sábado (19), ocorreu na piscina de 25 metros do Clube Internacional de Regatas, em Santos.

No total, 15 atletas de Praia Grande venceram provas na disputa regional. Na petiz 1, Maria Victória Chianquini venceu os 50 metros livres e 200 medley. Ana Beatriz Gonçalves Rodrigues ganhou os 100 borboleta e Matheus de Almeida Araújo os 50 livres. Na petiz 2, Nicolle Rossi de Sena chegou em primeiro lugar nos 100 peito e 200 medley. Caroline Gomes Gaia levou os 400 livres, Pablo Henrik da Silva Sales os 50 livres e Guilherme Lopes Saavedra os 200 medley.

Na infantil 1, Daniel Rezende Fidélis foi o melhor nos 800 e 1500 livres. Maria Eduarda de Oliveira Rodrigues faturou os 400 livres e Igor Miguel Baxur de Albuquerque os 50 costas. Na infantil 2, Michelle Kaylane Bastos de Alencar dominou os 100 borboleta. Na juvenil 2, Gabrielle da Cunha Souza e Silva ganhou os 50 livres, 50 borboleta e 50 costas. Guilherme da Silva Serrano chegou na frente nos 100 peito e Luan Alves Jekabson nos 100 borboleta. Na júnior 2, João Vitor Xavier Nogueira ficou no topo nos 100 peito.

Dados - No evento promovido pela 7ª Delegacia Regional do Litoral da Federação Aquática Paulista (FAP), competiram 172 nadadores representando 11 agremiações: Natação Praia Grande, Universidade Santa Cecília (Unisanta), Clube Internacional de Regatas, Clube de Regatas Tumiaru, Escola Moby Dick/Unaerp Guarujá, Win Adere Registro, Associação Votuporanguense, Grêmio União Sanroquense, Unaerp Ribeirão Preto, Clube Atlético Juventus e Clube Paineiras do Morumby.

A nona etapa do Torneio Regional de Natação da 7ª Delegacia da FAP não ofertou medalhas aos atletas. Os técnicos a utilizaram para avaliar a evolução dos tempos e corrigir detalhes técnicos de cada nadador. Também não houve separação por faixa etária. Os desportistas nadaram todos juntos, independentemente da idade. Ao final, formou-se uma classificação que os separou pelos melhores tempos e por idade.

Resultados - No total, na nona etapa do Torneio Regional de Natação 2019, representaram Praia Grande 23 atletas sob comando técnico dos professores Régis dos Anjos Aguiar e Cássio Prandi. Confira os principais resultados da equipe municipal:

Petiz 1
1ª Maria Victória Chianquini – 50 livres – 33seg63
1ª Maria – 200 medley – 3min06seg68
1ª Ana Beatriz Gonçalves Rodrigues – 100 borboleta – 1min42seg61
1º Matheus de Almeida Araújo – 50 livres – 32seg72
2º Miguel Arcanjo do Nascimento Barrada – 50 livres – 34seg78
2ª Giovana Flor Galdino Souza – 200 medley – 3min27seg
3ª Isabella Dantas Silva – 200 medley - 4min13seg82

Petiz 2
1ª Nicolle Rossi de Sena – 100 peito – 1min35seg35
1ª Nicolle – 200 medley – 3min00seg04
1ª Caroline Gomes Gaia – 400 livres – 5min13seg59
1º Pablo Henrik da Silva Sales – 50 livres – 31seg73
1º Guilherme Lopes Saavedra – 200 medley – 3min15seg35
2ª Alicia Natasha Machado Tavares – 50 livres – 35seg42

Infantil 1
1º Daniel Rezende Fidélis – 1500 livres – 18min04seg88
1º Daniel – 800 livres – 9min07seg74
1ª Maria Eduarda de Oliveira Rodrigues – 400 livres – 4min54seg87
1º Igor Miguel Baxur de Albuquerque – 50 costas – 34seg49
2ª Sabrina Crocci da Silva – 50 livres – 30 seg70
2º Gabriel Kevin Souza Cruz – 100 peito – 1min15seg53

Infantil 2
1ª Michelle Kaylane Bastos de Alencar – 100 borboleta – 1min15seg33

Juvenil 1
2º Italo Bressane da Costa – 800 livres – 9min18seg52
2º Carlos Alexandre do Nascimento Barrada – 100 peito – 1min17seg57

Juvenil 2
1ª Gabrielle da Cunha Souza e Silva – 50 livres – 30seg77
1ª Gabrielle – 50 borboleta – 31seg26
1ª Gabrielle – 50 costas – 36seg81
1º Guilherme da Silva Serrano – 100 peito – 1min16seg16
1º Luan Alves Jekabson – 100 borboleta – 1min03seg76

Junior 2
1º João Vitor Xavier Nogueira – 100 peito – 1min13seg40.